Demissão: Dificuldade ou Oportunidade?

Quando estamos perdendo, seja a renda, clientes no caso do negócio, a gente fica com a cabeça meio fora da nossa realidade, e é nesse momento que precisamos tomar bastante cuidado, pois diante de perdas nós acabamos assumindo mais riscos, que normalmente nós não aceitaríamos correr.

Isso deve servir como um alerta, nesse momento de pura incerteza na economia mundial, tenha muito cuidado com promessas mirabolantes, golpes, qualquer coisa que pareça a solução dos seus problemas. Preserve o que você já tem, e avalie novos caminhos.

Planejar e ter ações quando se é demitido é fundamental para desenvolver sua carreira, e voltar para o eixo, tendo um direcionamento.

Às vezes a demissão é uma oportunidade para você dar voz a sua missão, como se fosse uma demissão de uma vida. Afinal, quantas pessoas que você conhece que mudou de carreira, ou iniciou um seu próprio negócio após receber uma demissão?

É importante você saber o porquê você está fazendo, avaliar sempre e aonde você quer chegar com a sua jornada, quais são seus objetivos, quando você não tem isso claro, como diz Alice no filme Alice no País das Maravilhas: “quando você não tem um caminho a ser seguido qualquer caminho serve”, frase inspiradora imortalizada na obra de Lewis Carol.

Isso também me faz lembrar da famosa música do cantor Zeca Pagodinho: “em deixa a vida me levar, vida leva eu”.

Diante da crise, pode demorar um tempo até você conseguir um novo emprego. Afinal, segundo dados do IBGE em 2016, cerca de 12 milhões de brasileiros estão desempregados.

Então atente:

  • Não é por que você está desempregado, que você vai soltar o freio de mão da sua vida e deixar ela correr solta;
  • Seja o protagonista da sua vida, avalie o que fez você perder o emprego sem se vitimizar, afinal isso não irá ajudar em nada. Após essa análise – faxina, pondere se foi algo referente ao seu comportamento, é necessário mudar alguns aspectos.
  • Mudar é complicado, sair da zona de conforto não é fácil, mas com certeza a médio e longo prazo isso trará benefícios para a saúde profissional do trabalhador. Não adianta continuar fazendo as mesmas coisas e querer resultados diferentes.
  • Faça um estudo financeiro: – Análise seu orçamento pessoal? Quanto possui na poupança? Se possui ativos e passivos financeiros? Qual seu gasto mensal fixo? Isso ajudará a tomar decisões mais assertivas, inclusive do ponto de vista da carreira.
  • Busque fontes alternativas de renda enquanto não encontra algo mais estável. É importante saber quanto tempo você consegue sobreviver com o que tem.

Hoje, nós conversamos sobre algumas dicas e pontos de atenção que você pode avaliar quando estiver diante do desemprego. Não há uma fórmula pronta para isso, diante do desemprego, você pode escolher o desespero ou o conhecimento e a informação.

Escolha sempre o conhecimento, pois através dele você estará melhor preparado para superar esta situação seja se recolocando ou abrindo o seu próprio negócio.

Por Rosielle Pegado

Deixe um comentário